terça-feira, 12 de junho de 2018

Por que os comunicadores da campanha de Aluisinho do Posto foram deixados de lado?


Aquela máxima “elege-se com uns, governa-se com outros” tipifica bem a realidade do atual grupo político do prefeito Aluisinho, em Esperantinópolis.

Os seus principais ferrenhos ex adversários de campanha ocupam atualmente posições de confiança, enquanto que profissionais da comunicação que se doaram e fizeram toda a estratégia de marketing político em 2016 foram deixados nos porões do esquecimento.

Por que são tão desvalorizados depois de serem usados para um propósito específico?

O caso do jovem Álef Douglas, o popularmente conhecido “Repórter Maluco”, e de seu colega Leyson Produções, instiga-nos a atentar para a covardia dos políticos depois que vencem. – Comissionários de frente, saco de pancadas de um período em que a civilidade e respeito são jogados na lama, são os primeiros a faltarem-lhes o justo reconhecimento.

Álef subiu nos palanques, sempre trazendo pitadas de humor aos comícios, satirizou os problemas enquanto candidato a vereador. Quando não, montava juntamente com Leyson algumas reportagens e edições que contrariaram quem detinha o poder, sendo que juntos, foram os olhos de toda a campanha, responsável por produzir alguns jingles, VT’s e registrar todos os flashes, fazendo sol ou chuva, à pé ou na garupa de uma motocicleta, desde a primeira convenção municipal, ainda, quando estava se desenhando o grupo do hoje prefeito Aluisinho.

Enquanto os colegas por algum motivo estão fora do governo nestes dois anos, o governo municipal segue inexpressivo, com uma equipe de comunicação fracassada, inapta, inexperiente, pouco produtiva, longe de ser aquela equipe que dispunha até de um sistema de TV na época do ex-prefeito Raimundinho.

Repórter Maluco conta tudo – clique no centro do vídeo abaixo e assista!




0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.