quarta-feira, 2 de maio de 2018

Em entrevista à Mirante AM, Roseana Sarney confessa que não gosta de políticos


Roseana Sarney reafirmou seu desprezo pela classe política na última sexta-feira (26), em entrevista à rádio Mirante AM, de sua propriedade. Quando questionada se disputaria a eleição: “Se estou abrindo minha casa para receber político é porque sou pré-candidata, se não fosse não estaria”.

Traduzindo: se não precisasse de lideranças políticas para garantir votos, quem a procurasse teria como resposta uma porta na cara.

Histórico de desprezo do grupo Sarney

A história política do Maranhão é recheada de episódios que mostram o desprezo que o grupo Sarney tem pelas lideranças políticas.

Nos anos 1990, durante o primeiro mandato de Roseana, ficaram famosa as baforadas de charuto que Jorge Murad, marido de Roseana e todo-poderoso secretário de Planejamento, soltava na cara de prefeitos e vereadores que vinham a São Luís em busca de apoio do governo estadual.

Também são famosos os “Pitis de Roseana”, como o tapa na cara do senador João Alberto (MDB) ou os gritos em prefeitos durante o seu Governo Itinerante. Até o ex-senador José Sarney é vítima constate dos ataques histéricos da princesa da oligarquia.

Nem o ex-presidente Lula escapa do ódio que o grupo Sarney nutre pela classe política. Usado por anos a fio para garantir votos da classe menos favorecida, o petista é agora é motivo de galhofa e tratado como marginal nas páginas do jornal O Estado do Maranhão e por blogueiros ligados ao Sistema.

Marrapá, com edições do Maranhão da Gente

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.