quarta-feira, 30 de maio de 2018

Assembleia aprova emenda que proíbe nome de pessoas vivas em órgãos e logradouros públicos


O plenário da Assembleia Legislativa aprovou em primeiro turno, na manhã de ontem, terça-feira (29), uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que veda nome de pessoas vivas em órgãos e logradouros públicos.

30 deputados estaduais votaram a favor da PEC Nº 005/ 2018, de autoria do Poder Executivo, 2 votaram contra e não tivemos abstenções.

A PEC corrige a aberração jurídica histórica que o Maranhão vive. Em uma flagrante ilegalidade aqui no Estado, prédios públicos, ruas, avenidas, pontes, praças e escolas receberam nomes de políticos que ainda estão vivos.

São tantos casos que não cabem em um só texto. Os mais marcantes são a ponte José Sarney, a Maternidade Marly Sarney, Colégio Roseana Sarney. O nome Sarney está em 161 escolas, no interior e na capital.

A PEC agora deve ser votada em segundo turno.

Fonte: Marrapá

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.