domingo, 1 de abril de 2018

Helicóptero que caiu hoje com Dr. Jonas e mais três pessoas já havia sofrido pane em 2011

Helicóptero de Dr. Jonas que caiu neste domingo (1º). (Reprodução)
O helicóptero que caiu neste domingo (1º) na Região do Munim, matando quatro pessoas, já havia sofrido uma pane, em 2011, e o piloto da aeronave, Alfredo Barbosa Neto (um dos mortos identificados na queda de hoje), teve, na ocasião, de fazer um pouso de emergência na cidade de Luís Correia (litoral do Piauí).

Na manhã de 22 de outubro de 2011, o Robinson R-44 vermelho e branco, prefixo PP-WVR, também levava três passageiros (mais o piloto) de São Luís (MA) para Camocim (Ceará), quando apresentou problemas (apontados no painel) e o piloto Alfredo optou por descer na Praia de Atalaia, em Luís Correia. Ninguém se feriu, então.

O helicóptero anteriormente pertencia ao empresário Ediney Viegas, proprietário das Óticas Veja, que havia vendido para o médico Jonas Luz.

Alfredo Neto era piloto de Viegas, mas estava fazendo o voo para os médicos que faleceram. Jonas tinha comprado a aeronave, mas ainda não havia passado para o seu nome. Continuava em nome de IS Reis Júnior Comércio e Indústria de Ótica Ltda (razão social das Óticas Veja)

O acidente da tarde desse domingo matou os médicos Rodrigo Capobiango Braga (angiologista), Jonas Eloi da Luz (anestesista), José Cleber Luz Araújo (cirurgião) e o policial Alfredo Barbosa Neto, ex-GTA, que pilotava o Robinson 44. (saiba mais aqui!)


Pela manhã, o blogueiro Marcos Lima registrou o exato momento em que o helicóptero sobrevoava em baixa altitude a cidade de Lima Campos. Na ocasião acontecia um rally na cidade.


'O Robinson R44, é um helicóptero monomotor a pistão de pequeno porte projetado para transporte executivo, de passeio e de turismo, e para coberturas jornalísticas, projetado e fabricado em larga escala nos Estados Unidos a partir da década de 1990 pela Robinson Helicopter Company, que é atualmente um dos maiores fabricantes de helicópteros do mundo.

O pequeno Robinson R-44 é impulsionado por um motor a pistão Lycoming IO-540 e tem capacidade para transportar com razoável conforto um piloto e três passageiros em missões típicas dentro de metrópoles, pousando e decolando de helipontos e heliportos, e também para viagens intermunicipais.

Desde sua criação na década de 1970, a Robinson Helicopter Company já fabricou mais de 10.000 unidades de helicópteros de diversos modelos, o R44 é o principal modelo de aeronave fabricado pela empresa, o mais vendido, com mais de 5.000 unidades fabricadas.

O custo operacional por quilômetro voado de helicópteros monomotores a pistão é menor que o custo operacional por quilômetro voado de helicópteros monomotores a turbina.' (Wikipédia)

Fonte: O Informante, com edição

Um comentário:

  1. Nossa, que notícia triste. Parei em Barrolândia-TO, vindo de Brasília-DF. No hotel vi o link da matéria no seu blog.

    ResponderExcluir

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.