sábado, 31 de março de 2018

Sargento J. Vieira, que prestou serviço na PM de Poção de Pedras, foi assassinado hoje


O sargento reformado J. Vieira foi assassinado com várias perfurações de faca nesta noite de sexta-feira (30), na MA-040, no Povoado São Benedito, a 15 km no município de Timon. Uma outra pessoa também foi morta a tiros.

Narrativa dos fatos



"Joel da Silva Feitosa e Francisco de Sousa Feitosa (Sinhô), foram identificados como acusados de terem assassinado o sargento.

Testemunhas, que foram levadas para a Central de Flagrantes pela Polícia Militar, relataram a ocorrência.

Por volta das 18h, o sargento e outro companheiro foram comprar cerveja no bar do Sinhô. No local ocorreu um mal-entendido entre o sargento e parentes do dono do bar (filhos e genro).

Em determinado momento, o sargento visualizou o genro de posse de uma arma artesanal, ocasião em que efetuou um disparo vindo a atingir um frequentador do bar.

O Sargento tentando correr em fuga, levou um tiro pelas Costa. Em ato contínuo, o dono do bar e seu filho efetuaram várias facadas na vítima.

Até o fechamento dessa matéria, de acordo com a PM, o genro, que teria efetuado o disparo não foi preso.

Joel da Silva Feitosa e Francisco de Sousa Feitosa (Sinhô), pai e filho, foram apontados como os responsáveis pelas facadas."

O Sargento J. Vieira prestou serviço no 19° Batalhão de Polícia Militar de Pedreiras, e por intermédio deste Batalhão, esteve à frente da guarnição de Poção de Pedras – cidade onde fez muitas amizades e desempenhou por muito tempo o seu trabalho. Ele também já esteve lotado na DP de São Roberto.

Revólver do sargento recuperado pela polícia

Com informações do blog Elias Lacerda


0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.