quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Atração sexual motivou morte de Mariana Costa, confessou cunhado assassino

O Estado - Durante uma coletiva de imprensa realizada na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP), na manhã desta quarta-feira (16), o secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, divulgou detalhes do inquérito sobre o assassinato da publicitária Mariana de Araújo Costa, ocorrido na noite do último domingo (13).

Segundo ele, Lucas Leite Ribeiro Porto, cunhado da vítima e principal suspeito de ter cometido o crime confessou ter matado a jovem e, ainda, narrou aspectos que o teriam motivado ao ato. “Ele disse que tinha uma atração pessoal muito forte pela senhora Mariana, sua cunhada. Seguindo isso, ele resolveu ir até seu apartamento e lá a encontrou em seu quarto de descanso, sem roupas, e resolveu consumar seu desejo por ela”, contou.

Coletiva  realizada na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP). Foto: Flora Dolores/O Estado
Ainda segundo o secretário, mesmo com manifestação de Lucas sobre sua “paixão incontida pela cunhada”, nada mudará na ação da polícia e os procedimentos que estavam previstos a serem feitos prosseguirão até ser feito o relatório de conclusão do inquérito.

O crime

No último domingo (13), Mariana de Araújo Costa, de 33 anos, foi encontrada desacordada em seu apartamento, no bairro do Turu. Lucas Leite Ribeiro Porto, cunhado de vítima, foi conduzido pela polícia ao Centro de Triagem de Pedrinhas no dia seguinte, após imagens das câmeras do circuito de TV do condomínio o mostrarem correndo por escadas do local. Segundo investigações, ele teria matado a cunhada sufocada com um travesseiro.

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.