terça-feira, 14 de junho de 2016

"Diá conta tudo" - Veja a entrevista concedida ao Blog do Fernando Melo

No início da noite desta segunda-feira (13), o titular do blog do Fernando Melo esbarrou com Diá, liderança política da comunidade do Barro Vermelho, e aproveitou para tirar alguns minutos de conversa. 

Diá tornou-se uma das figuras políticas mais comentadas nas redes sociais nos últimos dias, isso devido algumas decisões no seio da política local; era da oposição segurando a bandeira do 40, depois foi recepcionado no governo Cascaria (reveja), aceitou barganhar em cima do que classifica de "falsas promessas premeditadas" - voltando à oposição,  e agora mais uma vez reafirma seu regresso em apoio ao prefeito Júnior Cascaria.

Saiba o que motivou Diá a tomar algumas atitudes, as conclusões tomadas por sua pessoa acerca do ex-prefeito Gildásio e seu recado ao público de nossa cidade.

Assista a entrevista:



Hoje nós entrevistamos o Diá, liderança do Barro Vermelho. Então Diá, mediante os itens que permeiam a política local, como as tomadas de decisões, os acordos que são firmados e os seus desdobramentos que teve ampla divulgação na mídia, o povo quer saber: o que motivou você se mostrar inconstante, firmando acordo com a situação e depois a regressão desses acordos? Essa é a oportunidade de você falar com os eleitores de Poção de Pedras.

Boa noite a todos, primeiro quero me desculpar com a população de Poção de Pedras pelas decisões que tenho tomado, mas essas decisões foram em função do Gildásio. Eu estava em São Paulo como todos sabem, de quatro em quatro anos regressando para a campanha porque eu gosto. Gildásio então começou a me ligar e me induziu a vir fazer campanha para ele aqui no Povoado Barro Vermelho. Então quando vim, ele me lançou como candidato dentro do povoado, mas o mesmo, em menos de 15 dias após ter me lançado candidato, me abandonou.

Como todos sabem, eu estava trabalhando, estava indo muito bem, mas infelizmente o apoio que tinha prometido, não aconteceu. Então Gildásio para mim hoje é um cara que premedita as coisas, me trouxe ao Barro Vermelho no intuito de fazer campanha contra o vereador Nilton Croá.

Então você confirma que todos os acordos como importunação do ex-prefeito em cima de sua pessoa foi se utilizando de má fé, utilizando-se de sua influência política como parte de um jogo para te lançar contra a pessoa do vereador Nilton Croá? Confirma?

Com certeza! Confirmo isso com toda certeza, o intuito dele é perseguir o vereador Nilton Croá, que está há 20 anos ajudando a nossa comunidade. Nilton Croá tomou uma decisão e ele (Gildásio) acha que Nilton não pode tomar uma decisão como essa, mas para mim ele pode, pois é um cara do bem, e infelizmente ele (Gildásio) está tentando sujar a imagem dele no nosso povoado.

Gildásio é um cara perseguidor, todos sabem. Foi prefeito de Poção de Pedras, perseguiu a todos, é um cara que não gosta de pobres, infelizmente eu descobri isso só agora. Não gosta de pobres, certo?! É um cara que pra mim é sacana, ele foi sacana comigo, e mais uma vez... pela terceira vez, ele me prejudicou. Infelizmente.

Tô muito triste com isso, porque eu amo Poção de Pedras, amo minha comunidade, e Gildásio está me fazendo passar por isso hoje.

Qual o recado que você deixa hoje à comunidade do Barro Vermelho, o que tens a dizer, quais são suas considerações?

O que eu tenho a dizer aos meus amigos do Barro Vermelho é:  meus amigos, abram os olhos, tirem a venda dos olhos como eu tirei neste  momento, vocês do Barro Vermelho que hoje estão aí apoiando esse opositor que não tem caráter, estão apoiando a pessoa errada, vocês estão trocando uma pessoa que está há 20 anos dando a cara pra bater, e nós bate dos dois lados sobre a cara dessa pessoa...

Para finalizar, hoje você declara veementemente, de livre e espontânea vontade, mais uma vez estar abraçado e ombreado com vereador Nilton Croá ao prefeito Júnior Cascaria e seu governo?

Falo com toda certeza do mundo e nunca falei com tanta certeza em toda a minha vida hoje, eu voto no vereador Nilton Croá e voto pra o Júnior Cascaria. Eu, meu pai, minha mãe, minha irmã e minhas tias e toda minha família que poder me ajudar eu vou conquistar pra votar em Júnior Cascaria. Isso é de espontânea vontade, isso é de graça! Eu voto pra o Júnior Cascaria é de graça! Não quero um centavo em troca, eu voto é porque ele é homem! Não é um sacana que nem esse aí que está tentando enganar o povo novamente.

Deixando suas considerações finais, o que te motivou a reconhecer sua precipitação e regressar mais uma vez ao grupo do prefeito e quais foram suas conclusões tiradas a respeito do ex-prefeito Gildásio?

O que pude perceber do Gildásio nesses poucos dias em que andei com ele, comecei a perceber que Gildásio não gosta de pobre. Por que ele não gosta de pobre? Porque está usando as pessoas pobres para voltar à prefeitura novamente, para poder ganhar a eleição, trancar as portas de casa e chegar à prefeitura sem dá bom dia ou boa tarde a ninguém como todos sabem. Eu sou um prejudicado disso, Gildásio não fala com ninguém quando está no poder, principalmente antes do poder, todo mundo sabe disso. Então ele está tentando usar o povo pobre novamente pra tentar chegar a prefeitura. Então meu povo acorde! As coisas não são assim, Gildásio mas esses irmãos dele são uns sacanas, eles querem chegar na prefeitura de novo pra humilhar o povo pobre, pra humilhar! 

Vocês sabem disso, que os irmãos dele humilhou a população de Poção de Pedras durante 04 anos. Acordem gente! Eu sou um dos que foram humilhados – fui enganado pelo Gildásio novamente. Eu estou aqui, sou pobre, sou um pai de família, sou humilde, sou do interior. Não precisava estar passando por isso por causa da sem-vergonhice dele, só que isso que peço pra vocês, raciocinem!

Diá valeu por sua participação. Obrigado!

Edição gráfica: Francys Filho

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.