sábado, 14 de maio de 2016

Por discussão do impeachment, Edison Lobão deixa Senado


O suplente de senador Lobão Filho (PMDB) informou nesta sexta-feira, 13, que deve assumir nas próximas semanas o mandato em substituição do seu pai, Edison Lobão (PMDB).
De acordo com o peemedebista, o ex-ministro de Minas e Energia está se sentindo incomodado em participar da discussão do impeachment por ter trabalhado nos governos Lula e Dilma.
Lobão Filho, que concorreu ao governo do Maranhão em 2014 e teve o apoio formal do PT, já antecipou qual será seu posicionamento: “Meu voto será totalmente sim em nome do País”. Ele aproveitou para explicar que, diferentemente do seu pai, não tem nenhum entrave ético com a presidente Dilma e deve votar pelo impeachment da petista. (Estadão)

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.