segunda-feira, 30 de maio de 2016

Flávio Dino nomeia novo procurador-geral do Ministério Público do MA

Governador Flávio Dino recebe o novo procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Coelho/Foto: Nael Reis
O governador Flávio Dino (PCdoB) nomeou nesta segunda-feira (30), o novo procurador-geral de justiça do Ministério Público do Maranhão, que estará à frente da administração no biênio 2016 – 2018.  O anúncio foi feito pelas redes sociais.

O procurador nomeado foi Luiz Gonzaga Martins Coelho que foi o segundo colocado na eleição realizada no dia 16 de maio.

A posse do novo procurador-geral de justiça está marcada para o dia 15 de junho.

“Resolvi nomear o promotor Luiz Gonzaga como novo procurador-geral de justiça, a partir da lista tríplice que me foi enviada pela instituição”, escreveu Dino.

O promotor nomeado foi o segundo colocado e recebeu 183 votos, vinte e nove a menos que o primeiro colocado. A lista tríplice teve ainda o promotor José augusto Cutrim Gomes, com 212 votos e que foi o primeiro colocado e Justino da Silva Guimarães que ficou em terceiro com 146 votos.

Luiz Gonzaga Martins Coelho ingressou no Ministério Público do Maranhão em 3 de janeiro de 1994, como promotor de justiça substituto. Foi titularizado na Comarca de Olho D’Água das Cunhãs, de onde foi promovido, por merecimento, para a 2ª Promotoria de Justiça de Presidente Dutra.

Em maio de 1998, foi promovido para a 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Timon, mais uma vez pelo critério de merecimento. O promotor foi titular, ainda, de promotorias nas Comarcas de Caxias e Bacabal. Desta última foi promovido, em 2012, para São Luís. Na capital, ocupa a 28ª Promotoria de Justiça Especializada, com atribuições na área da infância e juventude.

Luiz Gonzaga Coelho também foi presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão, no período de 2004 a 2007.
Zeca Soares

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.