sexta-feira, 24 de julho de 2015

Deputado Josimar e o prefeito de Maranhãozinho são condenados por compra de votos

Josimar Cunha e Auricélio

O prefeito de Maranhãozinho, José Auricélio, o vice Raimundo Tarcísio e o deputado Josimar Cunha conhecido como "Moral da BR" foram condenados pela Justiça Eleitoral. Estão inelegíveis por oito anos por compra de votos na eleição de 2012. Josimar Cunha na época era prefeito e usou a máquina pública para eleger seu sucessor.

José Auricélio e Raimundo Tarcísio tiveram os mandatos cassados, mas a justiça os manteve nos cargos até o julgamento final das investigação.

Segundo denúncias do Ministério Público, os acusados praticaram captação ilícita de sufrágio ao distribuir materiais de construção e outros benefícios aos eleitores. Além disso eles usaram veículos da prefeitura de Maranhãozinho para entregar parte do material.

Durante a investigação foi encontrado mateiras de construção na frente das casas e com propaganda de apoio ao atual prefeito e vice-prefeito.

Em um mandato de busca e apreensão na casa de uma assessora de Josimar, de nome Jiordana Pâmela de Sousa – a Jornâdia, foram apreendidos um caderno de anotações e um arquivo impresso com 38 páginas, com nomes e casas de eleitores que foram beneficiados com os materiais de construções. Tudo bem detalhado!


Ainda foi apreendido em um estabelecimento denominado 'Casa Rodrigues', fornecedora de materiais de construção da Prefeitura, outro caderno de anotações com o nome do candidato a Prefeito “Auricélio” estampado na capa. E mais 253 notas fiscais Série “D” e 47 notas de entregas com carimbos de pagamento (Com informações do Blog do Walney Batista).

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.