sábado, 3 de fevereiro de 2018

Advogados de Cascaria enterram de vez último processo eleitoral movido pelo ex-candidato Gildásio Ângelo

Após a esmagadora derrota nas urnas nas eleições municipais de 2016, os correligionários – “apaixonados” do ex-candidato derrotado Gildásio Ângelo, vociferaram, proliferaram em todos os meios e alardearam nas ruas que o candidato reeleito Júnior Cascaria não seria diplomado, nem empossado, na alegação de que seria cassado por evidência de provas apresentadas no Juízo da 61ª Zona Eleitoral em Esperantinópolis.

Tudo ocorreu, porque, não satisfeito pelas sucessivas derrotas, Gildásio ingressou numa ação eleitoral contra Cascaria na época, acusando-o de abuso de poder político e econômico, quando supostamente teria tentado boicotar a realização de sua convenção partidária na Quadra Poliesportiva (reveja).

Depois de consecutivas baixas, inclusive depois de a Justiça já ter determinado a extinção do processo, os advogados de Gildásio entraram com recurso, mas na última terça-feira, 30, saiu novo despacho na qual o juiz Júlio César Prazeres, do Tribunal Regional Eleitoral, enterra de vez o processo. Em seu entendimento, o magistrado considera que o recurso não preencheu todos os seus requisitos de admissibilidade, por sua manifesta intempestividade.

Vitória da assessoria jurídica do prefeito. É notável a exímia atuação do advogado Dr. Paulo Guilherme, responsável pelo caso, assim como a dos demais, Dr. Rodrigo Fonseca, Dr. Suzuki, Dr. José de Ribamar.


0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.