quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Polícia tenta prender ‘Júnior Vaqueiro’, suspeito de ter assassinado o próprio pai Nenzin em Barra do Corda

Nenzin e o filho Júnior Vaqueiro
A Polícia está tentando prender o ex-candidato a prefeito de Barra do Corda Manoel Mariano Júnior, conhecido como “Vaqueiro da Barra”. Ele é o principal suspeito de ter assassinado o próprio pai, o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin. O crime abalou o município de Barra do Corda na manhã desta quarta-feira. O mandado de prisão preventiva teria sido decretado pela Justiça na noite desta quinta-feira (07), atendendo a um pedido  da Polícia Civil do Maranhão, que encontrou fortes indícios do envolvimento do filho do ex-prefeito no crime.

No começo da manhã, O Informante publicou em primeira mão que o filho seria o principal suspeito dentro de uma das linhas de investigação: “É pública e notória a ‘disputa intestina’ travada em Barra do Corda entre familiares do ex-prefeito, que possui muitos bens. Hoje Mariano Júnior é herdeiro político do pai, e hoje o filho mais próximo de Nenzin.

Júnior do Nenzin no velório do pai
O Informante apurou, também, que momentos depois de Nenzin ser baleado o filho dele, empresário Pedro Telles, esteve na UPA, para onde o ex-prefeito foi levado, com sintomas de embriaguez e desequilíbrio, acusando o irmão Mariano Júnior de ter cometido o crime.”

Horas depois de retornar de Barra do Corda, onde esteve pessoalmente acompanhando as investigações, o Secretário da Segurança, Jefferson Portela havia confirmado essa hipótese: 


O Informante / Blog Luís Pablo

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.