segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Raio X das traiçoeiras rodovias que interligam as cidades do Médio Mearim

A realidade das MA's que interligam as cidades do Médio Mearim
Nesta semana de muitas andanças em que o titular do blog esteve atendendo algumas agendas pelas cidades de nossa região, foi possível fazer um raio X da situação de abandono em que se encontram as rodovias estaduais que as interligam, e concluir que são ciladas à fossos, principalmente para quem desconhece os pontos traiçoeiros que estão cedendo por todo o Médio Mearim, seja por alguma manilha solta, seja por criatórios de peixes com as paredes próximas demais das estradas, ou simplesmente pela má engenharia de MA’s que foram feitas quase sem planejamento algum, sem acostamento e com curvas mortais.

Chamo a atenção do nosso secretário de Estado de Infraestrutura - SINFRA, Clayton Noleto, que talvez já tenha percorrido algumas delas à carro, apesar de o governador só vir por aqui sobrevoando de helicóptero do CTA, e desconhecer a realidade delas: prefeitos aliados aos Leões acabam por pegar a culpa pela falta de manutenção destes trechos que apresentam crateras (se bem que eles passam sempre por elas), e até justamente por não reivindicarem, ou pelos nossos deputados da região e o articulador Mavio Rocha não serem atendidos.

O alerta é que se aproxima o período chuvoso, que por sinal promete ser rigoroso, e algumas cidades vão ficar isoladas porque as estradas irão cortar totalmente quando as enxurradas inundarem os canais.

Corroborando com pesquisa da CNT divulgada neste mês de novembro, na qual aponta que 65% das rodovias estaduais do Maranhão têm situação precária, fizemos um levantamento fotográfico e constatamos um buraco horrível na MA-119 antes de Lago do Junco; um afundamento antes de Bernardo do Mearim, ainda na MA-119; uma cratera que está prestes a isolar os moradores do Povoado Barraquinha, em Lago dos Rodrigues; um trecho que está ruindo antes da entrada de Poção de Pedras, na MA-012; outra cratera aberta antes do “pé da serra” de Esperantinópolis, na MA-012; e mais um trecho depois de São Roberto, à caminho de São Raimundo do Doca Bezerra, na novíssima MA-012. Conclui-se que estamos largados ao “léu” e que o Estado pouco caso faz das pessoas que diuturnamente movimentam o comércio e a produção rural, ou aquelas que precisam se locomover entre uma cidade e outra para cumprir seus trabalhos.

Leia mais...

O interessante é que neste ano, as cidades mencionadas foram surpreendidas com blitz relâmpagos da Polícia Rodoviária Estadual – que levou carradas de motocicletas com impostos em atraso, mas o Estado não se preocupa em mandar aterrar as emboscadas fatais que estão se abrindo.

 MA-119 em Barraquinha (Lago dos Rodrigues)





 MA-012 próximo à Poção de Pedras







MA-012 próximo à Esperantinópolis





MA-119 próximo à Lago do Junco






MA-012 depois de São Roberto




0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.