sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Dr. Luís 12 anos depois...


Doze anos depois de sua passagem desta vida para a eternidade, Dr. Luís Gonzaga Sá Costa, o ‘pai dos pobres’, sairia de sua trajetória política em vida para se eternizar na história de Poção de Pedras como uma das mais icônicas lideranças populares do interior maranhense.

Dr. Luís não ficou apenas nos corações dos poção-pedrenses, que unânimes não escondem a saudade dos velhos tempos em que a política em Poção de Pedras tinha um outro sentido, uma distinta ideologia da que se tem hoje. Ah, como mudou. Tudo teve novos rumos...

Mas além de ficar nos corações ávidos por um cenário melhor, Dr. Luís ainda hoje permanece nos santinhos, porta-retratos e você se depara com sua famigerada imagem ainda fixada em cartazes nas paredes de muitos lares.

“Não resistais àquele que é iníquo; mas, a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra.” — Mateus 5:39. Este versículo é o que mais prefigura a postura isenta, ilibada e ética do grande homem que foi Luís.

O cartaz acima é do ano 2000. Nesta época os ‘filhos da terra’ Dr. Cristóvão Barros e Dr. Luís saíram vitoriosos nas eleições municipais contra Dr. João Batista e Maria Helena. Dr. Cristóvão abdicou na metade do governo e regressou posteriormente à toga; Dr. Luís, que era vice, assumiu o posto de prefeito. Mais tarde, tendo assumido as rédeas de uma administração que estava um tanto desgastada, atrelado a dificuldades financeiras e administrativas, nas eleições de 2004, Dr. Luís disputaria o pleito novamente contra Dr. João Batista, porém sem lograr êxito.  Foram as últimas atuações de Luís enquanto político, mas a derrota nas urnas daquele ano não o fez arredar os pés de sua querida cidade, e sempre manteve as portas abertas para atender o seu povo, a quem os tinha como filhos. Até que o ano seguinte, precisamente em novembro, estava marcado no imprevisível, nas páginas do além, o dia que amanheceria mais cinza e apanharia a todos de surpresa, deixando muitas saudades...



0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.