quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Com madeiras apodrecidas, Prefeitura de Esperantinópolis tenta ‘recuperar’ pontes na cidade

A madeira que será usada na recuperação de pontes em Esperantinópolis. (Reprodução)
É preocupante o estado em que se encontra as pontes da cidade de Esperantinópolis, e lamentável saber que em tempo hodierno uma cidade ainda tenha em suas ruas pontes de madeiras na pior situação em que se poderia ter: caindo os pedaços debaixo das barbas de seus governantes!

Eis aí outra promessa de campanha que não saiu e parece que nem sairá do palanque, visto que sequer o prefeito tem uma deputada que se prontifique com emendas. Ela só aparecerá no próximo ano, e todos sabem o porquê. – Aluisinho do Posto disse que em seu governo as pontes seriam de concreto, mas infelizmente ele pretende usar mesmo é madeira apodrecida, comida de cupim, para tentar recuperar as pontes no Bairro Laranjal e do Pé da Serra do Angelim (zona rural), que estavam a ponto de proporcionarem graves acidentes caso não viessem a ser interditadas. As pontes precisam de novas vergas de sustentação! Está em cheque a vida de pessoas de bem, e até o comércio local, que fica afetado pelo isolamento do homem do campo, que necessita trazer sua produção rural para suprir a sede e manter sua família. O direito de ir e vir sendo violado!


As madeiras parecem que foram jogadas fora de algum município vizinho, e eles pegaram. Só avisando aos munícipes que eventualmente possam ter algum veículo danificado pela péssima situação dessas pontes de madeira, que vocês poderão conseguir uma boa indenização do município, OK!?






Um comentário:

  1. Fernando meu amigo, faça mais postagem por vejo que você tem caráter como blogueiro ,apesar de ter ajudado esse cara na campanha de 2016, ele não lhe reconheceu ,mais os colegas Carlos Barroso e Carlinhos cada um tá ganhando 3 mil reais. Eu estou no grupo de Watshapp do Carlos Barroso,e vejo o desrespeito pelas pessoas que ajudaram ele. Faça o print desse comentário

    ResponderExcluir

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.