quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Temer passa mal e é levado para hospital militar de Brasília


O presidente Michel Temer teve um mal-estar na manhã desta quarta-feira (25) no Palácio do Planalto e foi levado para um hospital militar em Brasília, exatamente no dia em que será analisada a segunda denúncia contra si e mais três ministros. 

No meio da tarde, a Presidência da República divulgou uma nota que confirmou as informações já adiantadas pela blogueira Andréia Sadi, do G1: Temer teve um problema urológico. De acordo com a nota, ele passa por exames e será submetido ao "devido tratamento".

O mal-estar de Temer não tem relação com a obstrução parcial em uma artéria coronária que foi diagnosticada no presidente nos últimos dias.

O porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, chegou a anunciar que faria um briefing (passar informações à imprensa) no Palácio do Planalto. Mas, em seguida, optou por divulgar uma nota.

Veja a nota oficial da Presidência:

NOTA À IMPRENSA

O Presidente Michel Temer teve um desconforto no fim da manhã de hoje e foi consultado no próprio departamento médico do Palácio do Planalto.

O médico de plantão constatou uma obstrução urológica e recomendou que fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para realização de exame e devido tratamento.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

G1

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.