sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Cúpula de segurança pública discute medidas de precauções a serem tomadas em Poção de Pedras


Após investidas frustradas de criminosos contra a agência do Banco do Brasil de Poção de Pedras, uma cúpula representada pela Polícia Militar, Polícia Civil, Executivo, Legislativo, presidentes de agências financeiras, instituições sindicais, comerciais e representantes da sociedade civil reuniram-se na Câmara dos Vereadores para discutirem medidas a serem tomadas na segurança pública do município, e assim, melhorar a proteção dos clientes, funcionários e da população.

Um conjunto de ações preventivas foram propostas com objetivo de mitigar riscos e fragilidades existentes na estrutura da segurança municipal.

O prefeito Júnior Cascaria, unânime com as medidas propostas, acatou o projeto e assegurou que buscará recursos para implementação do plano de ação, que embora seja pauta confidencial, envolve a criação de guaridas na entrada e saída da cidade, instalação de um sistema de videomonitoramento, restrição à área bancária e comercial com criação de barreiras, rodízio de pagamento da Folha de Pessoal por secretarias e conscientização da comunidade para diminuição do uso de dinheiro em espécie, e incentivo do uso do cartão.

Não é a primeira vez em que os representantes se reúnem preocupados com a segurança pública de nossa cidade e região:

⇨ Segurança pública é assunto de audiência realizada pela PM de Poção de Pedras










0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.