quarta-feira, 25 de outubro de 2017

“Asfalto sonrisal” de Flávio Dino vai sendo recapeado duas vezes após obras em Poção de Pedras



Após conclusão das obras do ‘Mais Asfalto’ em Poção de Pedras, inaugurada durante ato com presença do governador ocorrida no dia 16 de setembro, o asfalto usado na recuperação das Avenidas José Sarney, Manoel Máximo e Presidente Kennedy já vai sendo recapeado duas vezes, conforme atesta as imagens publicadas pelo blog, mostrando com isso um desperdício de dinheiro com obras de péssima qualidade, empreiteiras desqualificadas e serviços tocados às pressas sem nenhum planejamento ou projeto de engenharia.

O “asfalto sonrisal” afunda sempre em alguns pontos. Antes mesmo da vinda do governador ao município, um dia antes, 15 de setembro, os operários passaram o dia concertando os locais onde a camada asfáltica havia cedido e se “desmanchado” (reveja).  Nesta quarta-feira (25), mais uma vez os mesmos trechos estavam passando por novo processo de pavimentação, desta vez por homens da Secretaria de Obras e Infraestrutura da Prefeitura de Poção de Pedras. Quando vier o período chuvoso então, nem se fala!

Enquanto uma única obra tem de ser refeita várias vezes, o governo poderia fazer um trabalho que preste e viabilizar recursos não somente para mascarar as avenidas da cidade, e sim, recuperar bairros importantes que estão completamente esburacados. 






5 comentários:

  1. enganando o povo com o asfalto de açucara è uma vergonha isso e material de segunda isso è roubar o povo cadeia nesses políticos corruptos

    ResponderExcluir
  2. Culpa da chuva, ta destruindo tudo ������������

    ResponderExcluir
  3. Imagine quando as chuva chegar ainda bem que as prefeituras tem trator pra tirar os carros ������

    ResponderExcluir
  4. Vão passa é o ano todo recuperando

    ResponderExcluir
  5. Mais eficiente q sonrisal...nem de água precisa!!!!

    ResponderExcluir

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.