domingo, 17 de setembro de 2017

Flávio Dino inaugura obras do ‘Mais Asfalto’ em Poção de Pedras; em seu discurso, o governador fala acerca do hospital municipal


O prefeito Júnior Cascaria e sua equipe recepcionou neste sábado (16) em Poção de Pedras o governador Flávio Dino. O governador chegou às 11:33, acompanhado de deputados e secretários de estado, após inaugurar obras na cidade de Peritoró.

Depois que pousou Poção de Pedras, seguiu à Av. Manoel Máximo, e numa tenda montanda em frente ao Palácio Gerson Sá, inaugurou as obras do Programa ‘Mais Asfalto’ realizado nas avenidas abrangidas pela MA-012.

O público foi formado pela imprensa, sociedade e políticos que vieram acompanhar o governador com sua comitiva. Entre alguns prefeitos da região com seus vereadores e secretários, marcaram presença Erlânio Xavier (Igarapé Grande), Aluisinho (Esperantinópolis), Séliton Miranda (São Raimundo do Doca Bezerra), Laércio e o vice Rodrigo Neto (Lago da Pedra), Farinha Paé (São José dos Basílios) e Chico Freitas (Lagoa Grande), como também os deputados estaduais e federais Ana do Gás, Vinicius Louro, Fábio Macedo, Rubens Júnior e Weverton Rocha.

Leia mais...

Os secretários de estado que vieram participar do ato: Márcio Jerry (Articulação Política e Comunicação), Clayton Noleto (Infraestrutura), Felipe Camarão (Educação), Márcio Honaiser (Agricultura) e Coronel Leite (Chefe do Gabinete Militar).  

Júnior Cascaria, o prefeito, agradeceu o apoio que vem recebendo do Governo do Estado. Destacou-se a entrega recente de uma ambulância, ônibus escolar e de uma viatura de polícia. Cascaria classificou Flávio Dino como “o melhor governador do Brasil”. De maneira sábia, o prefeito reconheceu que a cidade foi enxergada com aquisição de programas, mas externou que o seu maior desejo, que é inclusive o sonho de todos os poção-pedrenses, é a retomada das obras do hospital.

O hospital

Dino veio à Poção de Pedras após 03 anos de sua eleição. A cidade deu quase 90% dos votos válidos. O governador veio sob uma linha de fogo cruzado, justamente por ter feito a promessa da continuidade da obra de um hospital no município, mas que nunca foi concluído. Numa maestria política de arrancar admiração e com um discurso perspicaz de um habilidoso ex-juiz federal, Flávio Dino contornou o “climão”, remediando com uma justificativa logo no começo da fala: “Na televisão e na Internet só ouvem falar de crise; e realmente a crise é real”, se referindo do caos político e econômico do país, gerado pela instabilidade do Governo Federal, que segundo ele, acabou afetando os estados e municípios. “O único lugar onde não falta nada é no Reino dos Céus (...) Passaram 50 anos destruindo o Maranhão, como é que em dois anos eu vou concertar tudo?! (...) Eu não faço milagre! Eu não sou Jesus Cristo pra fazer milagre e corrigir todos os problemas da noite pra o dia”, disse.

O governador explicou que o hospital que começou a ser construído no governo Roseana Sarney, de 20 leitos, financiado pelo BNDS, não é mais reconhecido por normas da legislação do Ministério da Saúde, que reconhece hospitais somente a partir de 40 leitos. Contou haver recebidos de Roseana com irregularidades – “o projeto dizendo uma coisa e as construções aplicadas de outra forma”. “Foi cortado o financiamento da obra por parte do banco porque não se adequava à legislação”.


Por fim, Flávio Dino, ao lado de Clayton Noleto, secretário de Infraestrura, anunciou que embora o financiamento do BNDS tenha sido suspenso, o Estado irá retomar com recursos próprios a construção do hospital. “Meu governo acabou? Então quem morre em véspera é peru de Natal. O compromisso do hospital vai ser cumprido”, enfatizou concluindo.

Confira os flashes
















































































































Crédito: Messias Fotos

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.