domingo, 23 de julho de 2017

Diretamente da 47ª Missa do Vaqueiro de Serrita (PE)

Missa do Vaqueiro
A correspondente Paulinha Eloi nos enviou alguns registros do maior evento cultural e religioso dos sertões, e uma das mais tradicionais do Interior de Pernambuco, a Missa do Vaqueiro de Serrita (PE), no Sertão Central, que teve início a sua 47ª edição quinta-feira (20), encerrando as programações na tarde deste domingo. Criada em 1971 por Luiz Gonzaga, Padre João Câncio e Pedro Bandeira, a missa é conhecida por misturar o sagrado e o profano, e anualmente conta com o prestígio de milhares de turistas de todo o Nordeste, lotando hospedagens da cidade e de cidades vizinhas, como Salgueiro, Exu, Parnamirim e Moreilândia. Além disso, movimenta o fluxo do comércio local.

Pra quem não sabe, a missa do Vaqueiro tem sua origem no assassinato do vaqueiro Raimundo Jacó, morto traiçoeiramente nas caatingas do Sítio Lages, zona rural de Serrita, no ano de 1954. A tradição conta que Raimundo Jacó foi um vaqueiro habilidoso, famoso por atrair o gado com o seu canto. Por causa de seu talento, foi assassinado em uma emboscada. Três anos depois, sua história foi imortalizada pela música de Luiz Gonzaga, A morte do vaqueiro. O próprio mestre Lua se juntou ao padre João Câncio dos Santos para fazer do caso de Jacó o mote para o ofício do vaqueiro e a celebração da coragem. Assim, desde 1970, o Sítio Lajes, em Serrita, realiza a Missa anualmente, sempre no quarto domingo do mês de julho.


Os shows aconteceram na Vila de Ipueira, distante 22 km da sede, no Sitio Lajes (Parque Estadual João Câncio), a 35 km. Atrações como Flávio Leandro, Joquinha Gonzaga, Flávio José, Josildo Sá, Coral Aboios e o tradicional culto ecumênico no dia do encerramento fizeram parte da programação. Com entrada gratuita, os visitantes também puderam assistir à vaquejada, pegas de boi e rodas de forró, com sanfoneiros e apresentações de repentistas e aboiadores.








Créditos: Correspondente Paulinha, blog do Carlos Britto e Diário de Pernambuco

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.