sábado, 25 de março de 2017

REVIRAVOLTA: Delegado Rildo Portela afirma que Idosa não foi assassinada pela filha


Adonias SoaresPor volta das 8 horas da noite deste sábado (25), saiu o resultado do exame cadavérico do corpo da idosa Jovita Pereira da Silva de 83 anos de idade, feito a pedido do Delegado Plantonista Rildo Portela.
O exame foi pedido para constatar se a idosa teria sido assassinada por asfixia pela própria filha Irene Pereira da silva, acusada pelos vizinhos de ter praticado o crime contra a própria mãe. A notícia se espalhou na cidade por todo o dia de sábado causando espanto na população.
De acordo com o delegado, o laudo assinado por dois médicos do município, Gabriel de Oliveira Neto e João Pereira Neto, dona Jovita teve morte natural. “Não houve enforcamento, não houve estrangulamento, não houve asfixia; foi de causa natural”, declarou Rildo Portela. Acima a entrevista completa do delegado.



0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.