segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Godofredo Viana: Suplente acusado de ‘agenciar’ morte de vereador tomou posse no lugar do finado

Zé Bode foi preso acusado de envolvimento no assassinato do vereador César da Farmácia, mas no dia 21 de dezembro foi liberado por motivo ainda desconhecido


Domingos Costas


Um caso no mínimo curioso aconteceu na cidade de Godofredo Viana no último dia 1º de janeiro. O primeiro suplente de vereador José Gomes da Silva, o Zé Bode (PR), tomou posse na Câmara Municipal e foi consumado como o dono da cadeira pertencente exatamente ao homem que ele é acusado de participação no assassinato (reveja).

Zé Bode foi preso pela Polícia Civil no dia 12 de dezembro de 2016, acusado de “agenciar” (contratar os pistoleiros) a execução do vereador eleito e diplomado César Augusto Miranda, o César da Farmácia (PR), morto na noite de 07/12, dentro do seu estabelecimento comercial no centro da cidade.
O primeiro suplente passou apenas nove dias preso. No dia 21/12, com a prisão do então presidente da Câmara de Vereadores, Francisco do Nascimento Gama, o Chico Vila Nova (PROS), apontado pela polícia como sendo o segundo envolvido (autor intelectual) do crime que chocou Godofredo, Zé Bode foi liberado sabe-se lá por qual motivo.

No dia da posse, a cena do suplente ocupando a cadeira do vereador que ele é envolvido no assassinato, segundo a polícia, incomodou grandemente não somente os godofredenses, como a família do parlamentar covardemente executado.

Espera-se um posicionamento da Justiça e da Polícia Civil…

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.