terça-feira, 1 de setembro de 2015

Gays são bem vindos na Universal, diz Edir Macedo


"Nossa missão é pregar o Evangelho a toda criatura, independentemente do que ela é, faz ou deixa de fazer", afirmou ele em entrevista

Há cerca de duas semanas, o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, causou espanto em seus seguidores e evangélicos de outras correntes, ao criticar os movimentos anti-gays que se apoiam na Bíblia. Nesta segunda (1), o assunto ganhou maior repercussão, depois que o religioso reafirmou as declarações em entrevista ao Uol. Uma das maiores correntes evangélicas do Brasil, a Igreja Universal possui mais de 2,5 milhões de fiés declarados no país.
"Jesus faria isso se vivesse em nosso tempo? Não creio. Jesus não levantou bandeira alguma contra gays. Ele nunca disse: Olha, vocês têm de falar contra o homossexualismo porque é proibido. Nada disso", afirmou Macedo. Sua pregação acabou virando alvo de críticas de outros religiosos, que o acusaram de defender a homossexualidade.
O líder da Universal nega. "Creio que o senhor Jesus deu um excelente exemplo de mensagem para todos os pecadores: Não incriminou ninguém, exceto os religiosos hipócritas", disse ele em entrevista ao UOL, afirmando também que, apesar de não defender, também não condena e diz que sua igreja "sempre estará de braços abertos -- seja para gays, heterossexuais ou mesmo assexuados".
"A Universal sempre aceitou e aceita todos os homossexuais, como acolhe qualquer ser humano do jeito que ele é", disse Macedo. "Nossa missão é pregar o Evangelho a toda criatura, independentemente do que ela é, faz ou deixa de fazer", completou, afirmando que não possui intenção de mudá-los ou "convertê-los" à heterossexualidade.
O bispo deixa claro, porém, que de acordo com a Bíblia a homossexualidade é, sim, uma forma de pecado. "Mas não é maior nem menor que qualquer outro", frisa.

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do autor desta página. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após passar por análise.